As mortes mais bizarras da história

A morte sempre nos pega por surpresa, ainda quando existe uma doença terminal. A gente nunca espera a chegada da morte. Porém existem condições que fazem com que ela se torne bizarra ou até ridícula.

Ele só queria abraçar o reflexo da lua

Ele só queria abraçar o reflexo da lua

Fonte; monosilabo.com

É o mais citado poeta chinês no mundo ocidental. Era muito conhecido por ser um bebedor inveterado. Seus melhores poemas foram escritos enquanto estava bêbado. Escrevia sobre a natureza, o vinho, a solidão, a amizade e o amor. Numa noite, o poeta estava bêbado em seu barco. Tentou abraçar o reflexo da lua no rio na Yangtze e morreu afogado.

Morreu por culpa da sua barba

Morreu por culpa da sua barba

Fonte: pinterest.com

Austríaco Hans Steininger ficou famoso por ter a barba mais longa do mundo e morreu por causa disso. Um dia, houve um incêndio na cidade e Hans, com pressa para chegar ao local, se esqueceu de enrolar a barba. Ele pisou na barba, perdeu o equilíbrio, tropeçou, quebrou o pescoço e morreu.